Principais cidades do Triângulo, Basta Triângulo Mineiro

[ad_1]

Uberlândia, Uberaba, Patos de Minas, Araxá, Ituiutaba e Paracatu somaram 557 casos prováveis de dengue entre 29 de novembro de 2020 e 30 de janeiro de 2021. Os dados são do Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (3) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

Segundo o documento, as principais cidades do Triângulo, Cimeira Paranaíba e Noroeste de MG também somam 13 casos prováveis de febre chikungunya e 3 casos prováveis de zika.

Casos prováveis de dengue, chikungunya e zika nas principais cidades do Triângulo, Eminente Paranaíba e Noroeste de MG

Lugar de residênciaDengueChikungunyaZika
Uberlândia9903-
Uberaba3540703
Patos de Minas42--
Araxá13-
Ituiutaba2803-
Paracatu21--
Totalidade5571303

Conforme o boletim, Minas Gerais registrou 4.375 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue entre o final de novembro e final de janeiro. Deste totalidade, 904 casos foram confirmados para a doença.

Entre os principais municípios do Triângulo, Cimo Paranaíba e Noroeste de MG, Uberaba foi o que teve o maior número de casos prováveis da doença (354), seguido de Uberlândia (99). Na ordem, aparecem Patos de Minas (42), Ituiutaba (28), Paracatu (21) e Araxá (13).

Em relação às mortes por dengue, foi confirmada uma morte por dengue em Paracatu em 2021. No último ano, foram 12 óbitos confirmados em todo o estado, registrados nas cidades de Alfenas (1), Belo Horizonte (1), Varga Verdejante (2), Canápolis (1), Carneirinho (1), Guaxupé (1), Itamarandiba (1), Itaobim (1), Medina (1), Novidade Lima (1) e Santa Luzia (1).

No estado, foram registrados 1.065 casos prováveis de chikungunya entre o final de novembro e final de janeiro; destes, 160 foram confirmados. Não houve mortes pela doença em Minas Gerais até o momento.

No Triângulo, Elevado Paranaíba e Noroeste de MG, há casos prováveis da doença registrados em Ituiutaba (03), Uberaba (07) e Uberlândia (03).

Em 2020, Minas Gerais teve 3.051 casos prováveis de chikungunya, com 1.657 confirmados.

Com relação à zika, foram registrados 58 casos prováveis em Minas; destes, dois foram confirmados. Não houve mortes pela doença em Minas Gerais até o momento.

No Triângulo e Eminente Paranaíba, há 03 casos prováveis da doença registrados em Uberaba.

Em 2020, o estado encerrou com 464 prováveis, sendo 144 confirmados.


[ad_2]
Manadeira Notícia -> :Fonte Notícia