Dois a cada três pacientes com Covid-19 internados em BH são de outras cidades

[ad_1]

Capital mineira recebe infectados pelo coronavírus, principalmente devido à insuficiência de UTIs em outros municípios

Dois a cada três pacientes internados com Covid-19 em Belo Horizonte atualmente são moradores de outras cidades, segundo o membro do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 na capital mineira, Carlos Starling. A ocupação de leitos de UTI específicos para o tratamento de pacientes infectados pela doença está em 75%.

Boletim epidemiológico divulgado nessa quarta-feira indica que Belo Horizonte tem 575 leitos de UTI para tratamento da Covid-19 entre as redes SUS e suplementar, sendo 293 da rede pública e 283 da privada. E, do totalidade, 431 estão ocupados no momento.

Segundo a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte, desde o primícias da pandemia, em março do ano pretérito, até fevereiro deste ano, 89 municípios pediram a internação de pacientes com suspeita de Covid-19. Só em 2021 foram internados pacientes de 49 cidades fora de BH.

Ao todo, foram 2.421 solicitações de internação em enfermaria de pacientes de outras cidades, o que representa 11% do totalidade. Em relação aos internados em unidades de tratamento intenso foram 1.165 casos, o que representa 28% do totalidade.

Das solicitações vindas de outras cidades ocorridas em 2021, os principais municípios solicitantes de internação por Covid-19 em Belo Horizonte até o momento são integrantes da região metropolitana: Novidade Lima (16%), Sabará (16%), Ribeirão das Neves (11%) e Santa Luzia (8%).

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode encarregar. Continue nos apoiando. Assine .


[ad_2]
Nascente Notícia -> :Fonte Notícia