Camila Pitanga confirma malária: ‘estava à deriva’

[ad_1]
Reprodução/Instagram/@caiapitanga A filha Antônia também contraiu a infecção Reprodução/Instagram/@caiapitanga

Na noite dessa segunda-feira (10), a atriz Camila Pitanga confirmou que ela e a filha Antônia foram diagnosticadas com malária. Com picos de febre subida durante 10 dias, a atriz suspeitou que estivesse com Covid-19 e chegou a ser testada.

"Foram 10 dias de muito sufoco. Entre picos de febre subida, calafrios e totalidade incerteza", relembra. Isolada em uma região de Mata Atlântica no Litoral de São Paulo, o quadro descrito sintomático pela atriz fez com que uma amiga indicasse a possibilidade de malária.

Em seguida o resultado negativo para Covid-19, a atriz foi orientada por dois infectologistas a buscar ajuda no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), onde foi atendida por uma equipe formada por mulheres. "No HC, fui prontamente atendida por uma mulherada. Sim, uma equipe 100% de mulheres fantásticas do laboratório da Sucen", destacou.

Na publicação feita em sua conta solene do Instagram, Camila ainda exaltou a valimento do Sistema Único de Saúde (SES), que oferece tratamento gratuito para a doença. "Uma vez que a suspeita era malária, doença muito rara, não há melhor lugar para você ser tratado do que a rede SUS, lugar de referência e primazia para doenças endêmicas", escreveu.

Em congratulação, ela reforçou o esforço dos profissionais de Saúde que compõem a risco de frente no combate à Covid-19. “Estamos num país onde uma doença matou mais de 100 milénio pessoas em poucos meses. Esse número poderia ser o triplo ou mais se não fosse o SUS. A catástrofe seria ainda maior”, pontuou.

[@#video#@]


[ad_2]
Manadeira Notícia -> :Fonte Notícia