Bombeiros e Resguardo Social já atenderam a mais de 150 ocorrências de incêndio em áreas de mata nos últimos trinta dias, em Santa Luzia. – Noticiando Santa Luzia

[ad_1]
Imagem: Domminic Arcanjo/Noticiando Santa Luzia

Somente nos últimos 30 dias, mais de 150 ocorrências de incêndios em vegetação foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros e pela Resguardo Social, em Santa Luzia; A maioria delas foram em lotes vagos e áreas de mata dentro da espaço urbana da cidade.

O número significativo reflete a veras do tempo sedento, somado ao vento e a atitude irrespnsável e até criminosa de moradores da cidade que ateiam queimação nas matas, lotes vagos ou descartam irregularmente bitucas de cigarro, garrafas de vidro e materiais inflámaveis nas áreas verdes.

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

Segundo a coordenadora da Resguardo Social Municipal, Lorena Borges, somente entre os dias 01/08 e 05/09 foram atendidas 25 ocorrências pela corporação. A maioria delas, ameaçando a vida de animais silvestres, e até mesmo a vida de moradores que tiveram os quintais de seus imóveis invadidos pelo queima.

Imagem: Natanael Jonathas/Noticiando Santa Luzia

Neste último final de semana, por exemplo, um dos grandes combates da corporação foi em uma extensão de mata no bairro Bonanza, que precisou do esforço dos agentes por dois dias, sábado e domingo.

Já do outro lado, o Ten. Lucas Inácio, responsável pelo Posto Avançado do Corpo de Bombeiros, em Santa Luzia, confirmou para o nosso jornalismo, com exclusividade, que somente entre os dias 01/08 e 31/08 os militares atenderam a 125 ocorrências de incêndios florestais, em lotes vagos, nas margens de rodovias, em áreas de reflorestamento, áreas rurais, áreas urbanas, áreas de orgãos públicos, propriedades rurais particulares, entre outros.

Imagem: Gabriel Ângelo/Noticiando Santa Luzia

Ao todo, segundo o levantamento peculiar feito pela corporação para o Noticiando, das ocorrências atendidas pelo Posto Avançado (P.A) de Santa Luzia, neste período de estiagem, foram 10 naturezas diferentes onde os militares atuaram, sendo elas:

1º – Áreas Urbanas não protegida (61 ocorrências);
2º – Lotes Vagos (37 ocorrências);
3º – Áreas Rurais não protegida (11 ocorrências);
4º – Nas margens de rodovias (04 ocorrências);
5º – Outros tipos de incêndio em mata, porquê por exemplo, nas margens da risco de trem (04 ocorrências);
6º – Áreas pertencentes a qualquer órgão público (03 ocorrências);
7º – Áreas de reflorestamentos (02 ocorrências);
8º – Propriedades rurais particulares, tronco de árvores e unidades de conservação (01 ocorrência).

Totalizando 125 atendimentos do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais no município de Santa Luzia, sendo a dimensão mais afetada pelo tempo sedento as áreas urbanas sem proteção, com 61 casos atendidos nos últimos 30 dias.

Imagem: Gabriel Ângelo/Noticiando Santa Luzia

Em entrevista para o repórter Natanael Jonathas, o Ten. Lucas destacou, por exemplo, que na maioria das vezes os incêndios são provocados pelos seres humanos e acabam prejudicando a fauna, flora e aos próprios seres vivos.

Próximo de rodovias e avenida, por exemplo, a fumaça tira totalidade visibilidade dos motoristas que precisam reduzir a velocidade bruscamente e podem até perder o controle da direção, a mesma fumaça também invade casas e apartamentos despertando uma série de problemas respiratórios nas crianças e idosos.

Imagem: Gabriel Ângelo/Noticiando Santa Luzia

Já o incêndio muitas vezes colocadas para realizar a limpeza de lotes e de áreas usadas irregularmente porquê bota-foras, além de consumir o lixo, também mata animais porquê macacos, passáros, bois, vacas, cavalos, cachorros, gatos e pode matar também os próprios moradores da região, pois ao subir das chamas o incêndio pode permanecer incontrolável e atingir diretamente casas e barracões, provocando mais um incêndio.

Imagem: Laisa Gabrielle/Noticiando Santa Luzia

Conforme já divulgado pelo nosso jornalismo, atear queima, provocar queimadas urbanas e incêndio florestal é transgressão, com pena de 2 a 4 anos de prisão.

A queima de lixo a firmamento franco e limpeza de lotes com lume também são ações proibidas e podem ser enquadradas porquê crimes ambientais na Lei Federalista 9.605 de 1998. Além do responsável estar sujeito a multa que pode variar de R$ 614,00 a 50 milhões de reais.

Imagem: Gabriel Ângelo/Noticiando Santa Luzia

Fique discreto:

– Não realize queima de folhas, entulhos, pastagens e vegetação.

– Não jogue pontas de cigarro nas estradas.

– Não acenda velas próximas a vegetações e não solte balão de São João.

– Faça aceiros e mantenha os lotes vagos limpos (informações e autorizações na Secretaria Municipal de Meio Envolvente).

Imagem: Domminic Arcanjo/Noticiando Santa Luzia

Em caso de incêndios e queimadas, o combate do queima é feito pelo Corpo de bombeiros e pela Resguardo Social:

Corpo de Bombeiros: 193

Resguardo Social: 199 /3641-5215/ Plantão 24h: (31) 99187-6329

Onde denunciar:

A Fiscalização Ambiental e a Policia Militar Ambiental fazem a autuação quando o responsável é identificado.

Espaço Fiscalização Ambiental Municipal: 3641-5262 e Guarda Social Municipal: 153

Espaço Rústico Policia Ambiental: 3651-2535 / 3651-2531

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

De convenção com o código de posturas do município, não é permitida, em nenhuma hipótese, a queima de lixo ao ar livre e o resultado de limpeza de terreno não edificado deverá ser removido e transportado para lugar propício, sendo proibida sua queima no lugar.


[ad_2]
Manancial Notícia -> :Fonte Notícia