Tempestade em Juiz de Fora motivo alagamentos e deixa carros submersos; vídeos

[ad_1]

Dentre os locais atingidos, está a rua Doutor José Cesário, no Bairro Supino dos Passos, que foi tomada pelas águas

Fortes chuvas foram registradas no início da tarde desta quarta-feira (2) em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Ruas e avenidas ficaram alagadas no Meio da cidade e pancadas de até 28 mm em menos de uma hora foram registradas.

Dentre os locais atingidos, está a rua Doutor José Cesário, no Bairro Basta dos Passos, que foi tomada pelas águas e diversos carros ficaram submersos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e ajudou a resgatar as pessoas que estavam em situação de risco. Não houve vítimas.

As chuvas causaram também queda de duas árvores em carros nos bairros Santa Luzia e Grambery. Conforme os militares, ninguém se feriu e a madeira está sendo retirada. 

"Quanto as áreas de inundação, a guarnição esteve nos locais, mas não foi necessária atuação do Corpo de Bombeiros", ressata a corporação em nota. 

“Houve pancada de 14,4 mm em uma hora em um bairro, o que para uma cidade impermeada é muito. Algumas áreas próximas que tem até 13 mm, e, a mais grave, foi de 28 mm menos de uma hora. Houve também 15,7 em outro", explica o meteorologista do Instituto Pátrio de Meteorologia (Inmet) Olivio Bahia. 

O perito afirma que o relevo de Juiz de Fora, com muitas subidas e terrenos acidentados, contribui para alagamentos. "São dados por áreas, pode ter chovido mais em lugares onde não há estação. É uma cidade acidentada, muita subida, a chuva cai e se concentra em uma extensão, mormente quando há grandes volumes em pouco tempo”, explica 


[ad_2]
Nascente Notícia -> :Fonte Notícia