‘Meu irmão promovia alegria e foi morrer de forma violenta’, diz mana de produtor músico Minas Gerais

[ad_1]

A família do produtor músico Paulo Henrique Garcia, de 36 anos, ainda tenta entender a crueldade de três vizinhos que o mataram na porta de lar.

O delito ocorreu domingo (19), no bairro Frimiza, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O produtor voltava de uma jornada quando foi circunvalado por um varão e os dois filhos dele. Sem possuir discussão, um deles sacou uma arma e atirou três vezes. Um rotação de segurança registrou a cena.

A mana de Paulo, Katleen Garcia Castro, diz que o produtor músico não tinha inimigos e que a família está em estado de choque com a brutalidade dos vizinhos.

“A gente não sabe por que eles fizeram isso. O Paulo Henrique era um face da silêncio. Não discutia com ninguém. Estava cá para fazer a alegria das pessoas e foi morrer de forma violenta”.

Parentes e amigos lamentaram a morte precoce do produtor músico. — Foto: Registo Pessoal/Reprodução

A família ainda disse ao G1 que, desde que se mudou para o bairro, em 2014, era perseguida pelos vizinhos. O motivo pode estar relacionado a uma troca de lotes. Os parentes contaram que há muro de 30 anos, houve uma negociação referente a dois terrenos, entre o pai do produtor e um dos suspeitos. Eles trocaram um lote pelo outro.

Segundo os familiares de Paulo Henrique, com o passar do tempo, a lar que a família dos suspeitos construiu começou a apresentar problemas. Desde logo, eles passaram a ser hostilizados pelos vizinhos.

“A gente nunca foi de discutir com eles. Ouvíamos as provocações sem fazer zero”.

Depois do assassínio, o pai e um dos filhos desapareceu. O outro fruto chegou a prestar prova na delegacia, mas foi liberado. A Polícia Social disse ao G1 que segue com as investigações para apurar motivação e identificar outros possíveis envolvidos.

Paulo Henrique era pai de três meninos e uma moça. — Foto: Registo Pessoal/Reprodução

Segundo testemunhas, desde domingo não há movimentação na lar dos suspeitos, mas na tarde desta terça-feira (20), um caminhão parou na porta e duas pessoas pegaram alguns móveis.

Paulo Henrique trabalhava porquê agente e produtor músico de vários cantores e bandas de Minas Gerais. Começou no ramo de eventos há 15 anos.

Pelas redes sociais, artistas e amigos manifestaram a dor pela perda precoce. A dupla Rick e Nogueira fez questão de mostrar a falta que o colega vai fazer.

O cantor Davi Ferraz conheceu Paulo Henrique nos bastidores dos shows, se tornaram amigos e a parceria ia além dos palcos.

“Estive com ele no domingo pela madrugada e desde que recebi a notícia não consigo dormir. É difícil confiar que uma pessoa do muito foi embora tão cedo”.

Paulo Henrique deixa quatro filhos, de 3, 12, 13 e 15 anos.

“Ele era uma pessoa que só queria que as pessoas estivessem muito. Trabalhava para ver a família e pessoas desconhecidas sorrirem”. Disse a mana.
Briga por terreno termina em morte

Desavença por terreno termina em morte

Vídeos mais assistidos do G1 Minas:


[ad_2]
Nascente Notícia -> :Fonte Notícia