Portal Santa Luzia Net - Pagina Inicial


Receba Nossas Noticias diretamente no seu email

‘Linha facilitar ou terceiro campo?’ Luciana Genro critica posição do PSOL sobre eleições gerais em 2016


“Linha facilitar uma ova!”

Em 2014 Luciana Genro não deixou espaço para dúvidas. No debate dos presidenciáveis, a candidata do PSOL viralizou nos comentários das redes sociais ao rebater provocação de Aécio Neves (PSDB), que chamou o partido de “risca facilitar” do PT. “Uma ova”, respondeu a candidata, sem rodeios.

Dois anos depois, ela não deixou por menos, uma vez.

Em desabafo no Facebook, a ex-deputada refutou o posicionamento do PSOL em Brasília e não amaciou: “Ninguém defende o governo, mas uma suposta democracia que significa obrigar o povo a manter Dilma 3 anos, mesmo que ela tenha perdido base e legitimidade”.

“Que o PT se aferre à resguardo de Dilma e do governo é compreensível. Incompreensível é que lideranças do PSOL em Brasília venham a público me criticar por tutelar eleições gerais. Somos todos contra o impeachment que levará Temer à presidência, mas isso não significa tutelar que Dilma tem legitimidade para governar até 2018.”

Em seu post, que já recebeu de 1,5 milénio likes em pedestal, ela questiona sobre qual seria o melhor posicionamento a se adotar diante do contexto de crise política.

“Com que credibilidade seremos uma escolha se nos colamos no governo agora, depois de tudo o que fizeram e estão fazendo? Eu não aceito executar o papel de risco facilitar do PT. Quando respondi ao Aécio em um debate presidencial – risco facilitar do PT uma ova – fui aplaudida por TODO o PSOL. Pois na campanha não fomos risca facilitar do PT e nem da direita. Denunciamos que a bulha entre “o sujo e o mal lavado” não era nossa e que tínhamos a tarefa de edificar um terceiro campo. P preciso seguir sendo consequente com esta estratégia.

E seguiu argumentando:

“Nunca um partido de esquerda aderiu a um exposição tão reacionário quanto expressar que um presidente eleito tem que executar seu procuração independente de sua legitimidade popular. A direita está crescendo. E cresce porque o PT faliu.”

Luciana, ainda, aproveitou pra convocar os seus partidários “a ser secção do terceiro campo na hora M que ele pode ser construído”.

“Mas crescerá com a separação no PSOL, com uma secção do partido se recusando a ser secção do terceiro campo na hora H que ele pode ser construído e ficando a reboque do PT. São daqueles que vão proteger eleições gerais só quando o PT autorizar. Daí pode ser tarde demais.

Enquanto isso, tramam, governo e oposição de direita, para rematar com a Lava Jato. Precisamos lutar para evitar que ela seja enterrada porquê pretendem PT, PMDB, PSDB, etc, cada um com sua estratégia para atingir levante mesmo término. E proteger uma saída pela positiva desta crise, que não é nem Dilma nem Temer, mas sim repor ao povo a soberania de determinar.”

(function(d, s, id) var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Linha facilitar ou terceiro campo? Que o PT se aferre à resguardo de Dilma e do governo é compreensível. Eles não tem…

Publicado por Luciana Genro em Quarta, 30 de março de 2016

LEIA MAIS:

– Líder do MTST dá puxão de ouvido em Dilma: ‘G importante o governo perceber quem o apoia’

– Oito em cada dez brasileiros não confiam e desaprovam forma de Dilma Rousseff governar, aponta pesquisa CNI


Fonte: HuffPost Brasil

Junte-se ao Nosso Canal No Telegram - -
Junte ao nosso canal no Telegram e participe de todas a publicações em primeira mão -- 1243325

Clique Aqui e Participe Já



Os artigos aqui publicados foram recolhidos pela internet com referência as suas devidas fontes no campo (Fonte) e tem sua responsablidade de seus criadores, caso você se sinta ofendido ou queira a remoção de alguma informação favor entrar em contato conosco aqui



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mude para versão para dispositivos móveis deste site