Boletim do Estado: mais de 600 casos prováveis de dengue são registrados no Meio Meio-Oeste

[ad_1]

A região Meio-Oeste registrou, até quarta-feira (24), 612 casos prováveis de dengue. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), divulgado nesta quinta-feira (25). O informe também apresentou dados sobre em relação à chikungunya, à zika e às mortes pela doença no Estado.

Segundo o boletim, Lagoa da Prata e Pará de Minas são as cidades com maior número de casos prováveis de dengue na região até o momento: 137 e 105 casos respectivamente. Veja aquém.

  • Boletim do Estado aponta registro de 331 casos prováveis de dengue no Meio-Oeste de Minas

De pacto com o informe desta quinta, os casos foram registrados em 32 cidades.

Casos prováveis de dengue no Meio-Oeste

Cidade Número de casos
Abaeté 3
Araújos 3
Arcos 6
Candeias 6
Capitólio 16
Carmo da Mata 12
Carmo do Cajuru 8
Cláudio 14
Riacho Fundo 1
Conceição do Pará 2
Divinópolis 57
Dores do Indaiá 5
Estrela do Indaiá 2
Formiga 54
Igaratinga 5
Itaúna 5
Lagoa da Prata 137
Novidade Serrana 17
Oliveira 1
Onça de Pitangui 2
Pains 5
Papagaios 17
Pará de Minas 105
Perdigão 6
Pimenta 8
Pitangui 16
Piumhi 54
Pompéu 4
Santo Antônio do Monte 27
São Gonçalo do Pará 10
São Sebastião do Oeste 3
Serra da Saudade 1

Minas Gerais registrou registrou 6.682 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue. Desse totalidade, 1.969 casos foram confirmados para a doença. Foi confirmado um óbito por dengue no Estado, até o momento. O registro foi na cidade de Paracatu.

No boletim desta quinta não houve mortes por dengue confirmadas no Meio-Oeste de Minas.

De concórdia com o boletim, Lagoa da Prata aparece 14 casos prováveis de chikungunya. Também segundo o informe, em Minas Gerais foram registrados 1.303 casos prováveis da doença e, desse totalidade, 604 casos foram confirmados.

Não há óbito confirmado pela doença em nenhuma cidade do Estado, conforme o boletim.

Em relação aos casos prováveis de zika, o boletim do Estado apontou que um caso provável foi registrado em Itaúna. Em Minas, foram registrados 63 casos prováveis até o momento. Desse totalidade, 4 foram confirmados.

Não foram confirmados óbitos por zika em Minas Gerais.


[ad_2]
Manancial Notícia -> :Fonte Notícia