Em seguida repercussão do caso, Instagram e Facebook retiram do ar matérias sobre o caso do Cabo Théo do Iscac, suspeito de agredir jovem, de 17 anos, com uma arma de lume em punho, em Santa Luzia. – Noticiando Santa Luzia

[ad_1]
Imagem: Redes Sociais/Noticiando Santa Luzia

Em seguida a repercussão do caso do Cabo Théo do Iscac, suspeito de agredir um jovem, de 17 anos, com umja arma de queima em punho, em um bar, na região da Av. Brasília, no bairro São Benedito, em Santa Luzia, desde a última segunda-feira (19), o Instagram e o Facebook começaram a exprobar a reportagens sobre o indumentária, inclusive, retirando do ar as notas oficiais da Polícia Militar e da Polícia Social, publicadas pelo Noticiando.

Segundo as redes, as matérias onde o candidato pelo PTB-MG aparece agredindo a vítima estão indo contra as diretrizes das plataformas e por isso foram analisadas e retiradas do ar. Mas, nenhum recta de resposta ou de queixa foi oferecido para que o maior veículo de informação de Santa Luzia e do Vetor Setentrião da Região Metropolitana de Belo Horizonte, por exemplo, pudesse recorrer as decisões.

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

Ao todo, foram retiradas do ar as publicações do vídeo (reels), registrado pelo giro de segurança do bar, onde ele aprece agredindo a vítima, a material sobre a situação da vítima, com as falas da família do jovem e os relatos de porquê ele está vivendo em seguida o ocorrido, as reportagens com as notas oficiais da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, Polícia Social do Estado de Minas Gerais, TRE-MG e do PTB-MG.

Imagem: Redes Sociais/Noticiando Santa Luzia

Devido as remoções dos conteúdos, as páginas do Noticiando também foram colocadas em risco em ambas as plataformas que alertaram o portal sobre o risco de perder o entrada horizonte a suas contas, mesmo sem o recta de recorrer as decisões. Por conta disto, na última quarta-feira (21), o diretor executivo, repórter e diretor de jornalismo do portal, Natanael Jonathas, veio a público manifestar e publicar a nota de repúdio do veículo de informação contra a increpação práticada pelas plataformas.

Desde logo, nosso jornalismo já notificou a empresa META, na qual estão as redes Facebook e Instagram, para que se posicione oficialmente sobre as ações que vão totalmente no sentido oposto de uma democrácia e dos direitos e da liberdade de prelo. Assim porquê também desrespeita e retira os méritos dos órgãos oficiais que através das mesmas redes ficarma cientes do caso e se posicionaram.

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Partido Trabalhista Brasiliano (PTB), Partido Trabalhista Brasílico do Estado de Minas Gerais (PTB-MG), Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ordem dos Advogados do Brasil Santa Luzia (100ª Subseção da OAB/MG) e o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), foram também foram informados do caso, e devem se posicionar sobre as ações das plataformas nos próximos dias.

Imagem: Redes Sociais/Noticiando Santa Luzia

Veja a nota de repúdio publicada pelo Noticiando, na última quarta (21/09), na íntegra:

“‼️ NOTA DE REPÚDIO ‼️

Santa Luzia (Minas Gerais), Quarta-feira, 21 de Setembro de 2022.

O maior veículo de informação de Santa Luzia (MG), Noticiando Santa Luzia, expressa cá o seu repúdio a increpação praticada pela rede social, Instagram, que desde a última segunda-feira (19), está excluindo as materiais sobre o caso do Cabo Théo do Iscac, candidato a Deputado Estadual pelo PTB-MG, suspeito de agredir e indicar uma arma de lume para um jovem de 17 anos, na última sexta-feira (16), na porta de um bar, na região da Av. Brasilia, no bairro São Benedito.

Nosso jornalismo foi o responsável por revelar as imagens e repercutir o caso, na tarde do último sábado (17), depois com totalidade rigor e profissionalismo apurar todas as informações com o aproximação ao Boletim de Ocorrência da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais e conversando com testemunhas, apoiadores e a própria equipe do candidato.

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

Em seguida a divulgação das imagens, o caso tomou repercussão estadual, pátrio e até internacional, chegando até as autoridades competentes que já estão investigando o caso, porquê por exemplo o PTB-MG, a PMMG e a Polícia Social do Estado de Minas Gerais.

Até o presente momento, foram retiradas da plataforma o vídeo (reels), onde o candidato aparece agredindo o jovem, nossa entrevista exclusiva com os familiares da vítima e as notas oficiais da PM e da PC, que informam sobre o recolhimento da arma do militar e sinceridade de um procedimento para apurar o caso e um interrogatório policial.

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

Sem qualquer recta de resposta ou de podermos recorrer e negar a decisão, a plataforma tentou nos emudecer. Porém, deixamos evidente a nossa resguardo pela liberdade de prelo e reforçamos que não iremos nos embatucar!

Seguiremos firmes, com a nossa moral, reverência e profissionalismo. Sempre nos pautando pelos fatos registrados, órgãos oficiais e dando recta e espaço para ambos os lados se manifestarem. Não omitindo informações, manipulando a verdade e fazendo pensamento, na Cobertura das Eleições 2022.”

Imagem: Redes Sociais/Noticiando Santa Luzia

SOBRE O CASO:

Até o presente momento, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), constam exclusivamente dois processos no nome de Leonardo Lúcio Morais, sendo eles, o de registro de candidatura e o de prestação de contas.

Ainda de conciliação com os órgãos, “não cabe à Justiça Eleitoral a investigação ou julgamento de crimes comuns. E a mera existência de denúncia ou investigação contra candidato não é suficiente para embasar pedido de impugnação ou indeferimento de registro de candidatura. Somente a existência de pena criminal transitada em julgado gera a inelegibilidade e, portanto, o indeferimento de registro de candidatura.”.

Sobre uma provável impugnação da candidatura do militar da ativa, que está lotado em Novidade Lima, eles informaram que: “É importante esclarecer que pedidos de impugnação podem ser apresentados pelo Ministério Público, candidato ou partido opositor. A Justiça Eleitoral não impugna pedidos de registro, somente “Sobre a ocorrência na cidade de Santa Luzia, envolvendo um militar, candidato a Deputado Estadual, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) esclarece que foi acionada pelo policial militar que relatou que um jovem quebrou uma bandeira alusiva a sua campanha que estava
sobre a lajedo.

Em seguida acionamento da PMMG, a equipe policial ouviu os envolvidos e o jovem, que estava escoltado do seu pai, não relatou qualquer agressão por secção do militar, sendo o traje registrado em boletim de ocorrência.

A Polícia Militar esclarece que em seguida tomar conhecimento do vídeo veiculado nas mídias sociais, providenciou o recolhimento do armamento do policial que, mesmo licenciado apresentava o respectivo porte de arma em situação regular. A Policia Militar também instaurou procedimento apuratório para providências cabíveis.”

Imagem: Individual “A Polícia Social de Minas Gerais (PCMG) instaurou Interrogatório Policial para apurar os fatos ocorridos em um estabelecimento mercantil, na última sexta-feira (16/9), em Santa Luzia. A Polícia Social compareceu ao lugar do vestimenta e realizou diligências visando captar imagens que irão subsidiar a investigação.

O representante lítico da vítima foi contactado e orientado sobre as medidas necessárias para que a vítima, de 17 anos, seja submetida ao revista de corpo delito. A investigação prossegue a função da 3ª Delegacia de Polícia Social Afirma que está tentando, desde quando tomou ciência do caso, contatar Cabo Théo, porém, ainda não conseguiu falar com Leonardo.

Imagem: Gabriel Ângelo/Noticiando Santa Luzia

VEJA O QUE DISSE O CANDIDATO PARA O NOSSO JORNALISMO:

Cabo Théo do Iscac resguardo pelo indumento de o jovem colocar por diversas a mão na cintura e acusou o Noticiando de ter manipulado as imagens, afirmando que ocultamos os trechos onde a vítima coloca a mão na cintura e onde outros jovens, amigos dele, passam correndo pela rua lateral.

Porém, o cabo foi prontamente respondido pelo nosso jornalismo que se posicionou e esclareceu para o candiato que em todas as imagens divulgadas pelo Noticiando, é sim provável ver o jovem mexendo na cintura, inclusive retirando um celular, no que aparenta uma tentativa de pedir ajuda ou socorro, e no início do vídeo, a mesma imagem exibe no esquina esquerdo do vídeo os jovens correndo.

Imagem: Individual/Noticiando Santa Luzia

A mesma informação de que outros dois amigos estariam com o jovem foi dita pela própria vítima no Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, lido na íntegra, ao vivo, pelo nosso jornalismo, na tarde do último sábado (17).

Imagem: Divulgação/Redes Sociais

Ao ser convidado a se posicionar de frente para as câmeras e conceder uma entrevista gravada ou ao vivo para o Noticiando, o candidato afirmou: “Eu vou pronunciar!”, porém, até as 12h36m desta segunda-feira (19), não retornou mais os contatos realizados pela nossa reportagem e também não publicou zero em suas redes sociais que permanecem sem nenhuma parição do candidato, desde a divulgação das imagens.

No seu perfil do Instagram, por exemplo, o cabo restringiu os comentários, impossibilitando que seus seguidores e a população possam comentar em suas postagens. E a sua última publicação foi há dois dias detrás, sem nenhum glosa, na plataforma.

Nas redes sociais, apoiadores, amigos, colegas e familiares do candidato, publicamente comemoraram a derrubada das matérias e assumiram ter denunciado as publicações pelo livre e expontâneo prazer de ver nosso veículo sendo censurado, veja:

Imagem: Redes Sociais/Noticiando Santa Luzia

No texto publicado pelo perfil do Facebook de “Josiane Fechadocabotheodoiscac”, ela comenta: Ai pessoal o pena vindo de avião, vamos continuar indo em todas as redes desse jornalsinho merequetrefe e denunciando essa material comprada, no qual ele faz questão de expor toda hora para nao perder o cache dele.


[ad_2]
Manadeira Notícia -> :Fonte Notícia