Suspeito de matar pelo menos 10 pessoas em MG é recluso Espírito Santo

[ad_1]

Suspeito de ser o responsável de pelo menos 10 assassinatos ocorridos em Minas Gerais, além de chefiar o tráfico de drogas em uma das regiões mais violentas do mesmo estado, um varão de 36 anos foi recluso na praia de Bicanga, na Serra, na Grande Vitória, nesta quarta-feira (21).

Fábio Martins Gonçalves estava fugido da Justiça desde o dia 8 de março deste ano, quando fugiu da Penitenciária Público-Privada de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais.

A prisão do suspeito foi o resultado de uma ação integrada entre equipes da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra e das Delegacias de Homicídios das cidades mineiras de Vespasiano e de Santa Luzia.

Policiais civis prenderam o suspeito na areia da praia de Bicanga — Foto: Reprodução/TV Jornal

De conformidade com o mandatário titular da DHPP da Serra, Rodrigo Sandi Mori, que coordenou a operação no Espírito Santo, levantando os endereços nos quais o criminoso se encontrava, Fabio foi recluso no momento em que chegava à praia de Bicanga para encontrar-se com familiares.

Um vídeo feito por banhistas que estavam no lugar registrou o momento em que o suspeito é rendido na areia da praia em meio a um cerco policial.

Segundo o procurador, não há indícios de que Fabio tenha cometido crimes no Espírito Santo.

"Há uma integração entre as polícias civis dos estados da federação e nenhum homicida de outro estado vai vir se refugiar no município da Serra. Se isso ocorrer, eles serão presos imediatamente", declarou Sandi Mori.

Conforme explicou a delegada Adriana Rosa, titular da DHPP de Santa Luzia, em Minas Gerais, Fabio morava no Espírito Santo junto com a família há muro de três meses. Para lesar as autoridades policiais, ele utilizava um nome falso.

"Nós temos informações de alguns comparsas dele de Minas Gerais que o auxiliaram. Ele não é do tipo que paga de bandido, logo não gera suspeitas", disse a delegada.

A delegada pontuou que o suspeito recluso é de subida periculosidade e que, inclusive, possuía uma elevada posição na jerarquia do comando do tráfico de drogas na Região Metropolitana de Minas.

"Ele é extremamente perigoso, é líder do tráfico de uma das regiões mais violentas de Santa Luzia, que é o bairro Palmital. Ficou recluso por murado de nove anos até fugir de uma unidade prisional em março deste ano. Mas, mesmo de dentro da enxovia, ele determinava execuções. Praticamente todas elas estão relacionadas ao tráfico de drogas", disse Adriana Rosa.

Nesta quinta (22), o suspeito será levado para Minas Gerais, onde retornará para o presídio.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias


[ad_2]
Manadeira Notícia -> :Fonte Notícia