Itair Machado, vice do Cruzeiro, sugere que deciso do ‘caso Fred’ na CNRD teve lobby de Castellar Guimares Neto em prol do Atltico


Beto Novaes/EM/D.A Press

O Cruzeiro pedir anulao da deciso da Cmara Pátrio de Resoluo de Disputas (CNRD), da CBF, que obrigou o atacante Fred a indenizar o Atltico em R$ 10 milhes por sua transferncia para a Toca da Raposa II em dezembro de 2017. O vice-presidente de futebol cruzeirense Itair Machado sugeriu nesta quarta-feira, em entrevista Rdio Itatiaia, que houve “lobby” do ex-presidente da Federao Mineira de Futebol e horizonte vice-presidente da CBF, Castellar Guimares Neto, para que o Atltico tivesse sua demanda atendida no rgo.

Entenda o caso

Atltico e Fred rescindiram contrato na noite de 22 de dezembro de 2017. No dia seguinte, o Cruzeiro anunciava oficialmente a contratao do centroavante. Para isso, a diretoria etéreo assumiu formalmente a dvida assumida pelo jogador com seu ex-clube.

No concórdia de resciso, ficou definido que Fred s poderia atuar pelo Cruzeiro se pagasse R$ 10 milhes ao Atltico. O centroavante exigiu que o clube etéreo assumisse a dvida para dar prosseguimento s negociaes, concludas rapidamente.

O contrato de resciso entre Atltico e Fred previa que a dvida passaria a valer um dia til depois do registro do atacante no Boletim Informativo Dirio (BID), da Confederao Brasileira de Futebol (CBF). O nome do atacante apareceu na plataforma em 16 de janeiro.

poca, o Cruzeiro chegou a comportar publicamente que indenizaria o rival pela multa de Fred. Posteriormente, o clube mudou o seu posicionamento e entendeu que a legislao trabalhista impede a interferncia de terceiros em contratos de atletas.

Sem receber o moeda, o Atltico optou por ingressar na Cmara Pátrio de Resoluo de Disputas, da CBF, para cobrar do atacante o quantia da multa.

Itair dispara contra lobby

A deciso da CNRD foi anunciada nessa tera-feira, dia 11 de dezembro, e foi favorvel ao Atltico. Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, acusou o rgo criado pela CBF de fazer um julgamento poltico e no jurdico do caso.

”A gente tem certeza que no vai perder essa ao, porque onde vale mesmo na Justia do Trabalho, que no tem lobby e outras coisas mais que o Cruzeiro est investigando para entender e denunciar. Inclusive, anular a ao. A Justia do Trabalho não vai admitir que a escravido volte, principalmente ao futebol brasiliano”, disse Itair Machado.

Em seguida, Itair sugeriu que Castellar fez lobby junto a integrantes da CNDR para possuir favorecimento ao Atltico. O ex-presidente da Federao Mineira de Futebol e horizonte vice da CBF tambm mentor do Atltico. “O Cruzeiro, primeiro, acreditava que o julgamento seria na questo jurdica e no foi. A prpria deciso, onde um dos membros fala que no deve decrescer a multa porque eu dei uma entrevista cá na Itatiaia e falei que R$ 10 milhes pelo Fred era pouco, por a voc v que a deciso foi no lobby e a gente sabe que existem essas coisas, principalmente no Rio de Janeiro. Eu adoro o Rio de Janeiro, mas l, pelo que o Cabral (ex-governador Srgio Cabral) foi recluso, a gente sabe que tem todos os caminhos, foi contra-senso o que aconteceu. O Cruzeiro est muito tranquilo. Se voc conversar com 10 advogados, que no cruzeirense e nem atleticano, ele vai te falar que essa clusula no tem validade (a clusula que obriga Fred a indenizar o Atltico pelo acerto com o Cruzeiro). Quando voc pergunta ao cruzeirense, a sim vem essa questo de que os dois lados vo lucrar. Mas a gente tem a tranquilidade e a certeza de que o Cruzeiro nem o Fred vo ter que remunerar isso da, porque na Justia do Trabalho, meu colega, l no tem lobby. No adianta presidente da Federao, que hoje virou vice-presidente da CBF, ir l fazer lobby para que o Cruzeiro perda no. Na Justia do Trabalho no tem isso”.

Itair revelou que ligou para o horizonte presidente da CBF, Rogrio Mestiço, avisando sobre suposto caso de “corrupo” na CNDR, inclusive com envolvimento de “moeda”. “Com certeza, e eu avisei o presidente da CBF que enquanto ele (Castellar) estiver l, qualquer motivo que for envolver Cruzeiro e Atltico, ns vamos perder. Porque l na base do lobby. Eu falei para o jurisperito nosso que, por incrvel que parea, foi o idealizador da CNRD. Voc coloca o advogadozinho l, est morrendo por motivo de honorrio. A ele colega do A .R. (narrador, que participou do programa Bastidores, da Itatiaia), um exemplo cá, a chega A ou B chega para o A. R., toma honorrio cá, vai l e convence A ou B a votar pra mim. Ento, voc tem que pr pessoas ali pessoas muito-sucedidas, que no precisam de numerário, que no vo admitir lobby ou mesmo numerário. O Cruzeiro est investigando porque existe o indcio de que houve at corrupo nessa votao. O Cruzeiro vai entrar no Recomendação de tica da CBF pedindo anulao, o nosso legisperito o melhor do pas em termos jurdicos, mas ns no contratamos lobista, ns contratamos jurisconsulto porque a pretexto juridicamente no tem porquê perder”.

O que diz Castellar Guimares Neto

Procurado pela reportagem para se posicionar sobre as acusaes de Itair Machado, Castellar Guimares Neto emitiu a seguinte nota: “No conheo nenhum dos membros da CNRD que atuaram no processo. Ainda que conhecesse, não me posicionaria em prol de um clube ou de outro. Para ser sincero, tomei conhecimento da deciso, superficialmente, atravs da prelo, desconhecendo at mesmo seu inteiro texto”.

Castellar Guimares Neto no quis responder se acionaria Itair Machado na Justia.

A eleio na CBF

Em abril de 2018, o Cruzeiro foi um dos clubes que ajudaram a optar Rogrio Mestiço porquê presidente da CBF. Alm de Castellar Guimares Neto (Minas Gerais), foram eleitos vice-presidentes Fernando Sarney (Maranho), Gustavo Feij (Alagoas), Marcus Vicente (Esprito Santo), Antonio Carlos Nunes (Par), Francisco Noveletto (Rio Grande do Sul), Ednaldo Rodrigues (Bahia) e Antonio Aquino Lopes (Acre).

Dos clubes da Srie A, 17 votaram no candidato nico, incluindo Cruzeiro, Atltico e Amrica. Houve um voto em branco (Corinthians), uma absteno (Flamengo) e uma ausncia (Atltico-PR). Da Srie B, os 20 clubes votaram na placa de Mestiço.

Na votao, ainda compareceram os 27 presidentes de federaes. Todos votaram em Mestiço.

O procuração de Rogrio Mestiço ser de quatro anos e passar a valer a partir de abril de 2019.



Manancial Notícia -> :Fonte Notícia