Lucidez Sintético recria clássico jogo Pac-Man

[ad_1]
NVIDIA /Divulgação Jogo criado pela IA deve ser lançado em breve NVIDIA /Divulgação

O que é, o que é um pontinho amarelo perseguido por fantasmas? Assim poderia inaugurar a anedota, cuja resposta certa - sem sombra de dúvidas - seria Pac-Man. O game de arcade clássico só não é tão velho quanto a risota, mas completa, nesta sexta-feira (22), 40 anos de existência. Para comemorar, pesquisadores da NVIDIA - que você deve saber pelas placas de vídeo - se uniram a Bandai Namco para recriar o game utilizando Lucidez Sintético.

Eles fizeram a IA NVIDIA GameGAN "observar" a 50 milénio partidas de Pac-man para que ela recriasse o jogo mesmo sem entrada à engine original. O resultado foi uma versão leal ao clássico dos fliperamas, feita por uma máquina. Não há código envolvido, nem imagens pré-renderizadas para o software usar. Ele simplesmente usa dados visuais do jogo em ação, juntamente com as entradas do controlador e, em seguida, recria o cenário quadro a quadro a partir dessas informações. O resultado é um game jogável que deverá ser lançando em um horizonte próximo.

A GameGAN é uma rede neural que imita um motor gráfico de jogo usando redes generativas adversariais ou GANs. Segundo a empresa "tratam-se de duas redes neurais que competem entre si, uma geradora e uma discriminadora, e que são especializadas em gerar um teor indistinto de um exemplo original". Ela está sendo criada para correr o processo criativo de desenvolvedores de games, que podem gerar layouts involuntariamente para novos jogos. 

Apesar da homenagem, a versão IA tem alguns defeitos porquê imagens embaçadas e a IA falta do comportamento característico dos fantasmas do jogo. Porém, a dinâmica básica do Pac-Man está lá : coma pellets, evite fantasmas e tente não morrer.


[ad_2]
Nascente Notícia -> :Fonte Notícia