Formosura JORNAL

[ad_1]

Formosura em Movimento

Depois de “São Francisco na Arte de Mestres Italianos” – eleita uma das centena sinais mais visitadas do mundo em 2018, segundo a publicação “The Art Newspaper”, da Inglaterra –, a Lar Fiat de Cultura inaugurou “Formosura em Movimento – Ícones do Design Italiano”, em BH. “É uma exposição sensorial”, define o presidente da Fiat Chrysler Automóveis para a América Latina, Antonio Filosa. Em entrevista à rádio Super 91,7 FM, Filosa contou que reuniu ícones da indústria automobilística de designers italianos mas também decoração, arquitetura, retrato e cinema. São carros, na maioria, de colecionadores mineiros.

Competitividade mineira

Antonio Filosa avalia que o contexto de Minas Gerais é muito mais competitivo que a região do Nordeste, basicamente, pela logística e infraestrutura. “Em Betim (MG) já tem um parque de fornecedores muito extenso, não é ao lado da fábrica, porquê é em Goiana (PE). Mas em Betim temos mais de centena fornecedores de materiais diretos até 100 km da fábrica. Em Goiana, esse número abaixa para 20. A questão em Betim é infraestrutural, ligada à malha rodoviária. Seria bom ter uma conexão entre as BRs 381 e 040”, analisa o executivo.

FOTO: Edy Fernandes

Cônsul Dario e Irene Savarese; presidente da Lar Fiat de Cultura, Fernão Silveira; Antonio Sergio; vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant; emissário Antonio Bernardini; presidente da Fiat Chrysler Automóveis para a América Latina, Antonio Filosa, e a mulher, Maina Harboer; e o diretor do Design Center Latam, Peter Fassbender, na introdução da exposição na Mansão Fiat de Cultura, na rossio da Liberdade

Minas adiante

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Nelson Missias, está optimista em relação ao horizonte de Minas Gerais e avalia que as coisas estão acontecendo no Estado com um governo que demonstra muita vontade. Missias conversou com a pilar antes de participar da inauguração do programa Sentinela da Cidade, de Laudívio Roble, na rádio Super 91,7 FM. Para Missias, Minas é um Estado que se supera e está recebendo muitos investimentos, muro de R$ 40 bilhões, até 2022.

FOTO: Flávio Tavares

Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Nelson Missias; e o prefeito de Betim, Vittorio Medioli na rádio Super 91,7 FM

Escola Brasil Canadá

Com método inspirado no ensino canadense, há 19 anos no mercado, o escola Brasil Canadá – Ensino Bilíngue vai se expandir. “Até o prelúdios do próximo ano, o planejamento é termos seis escolas em funcionamento e assim estrear a ampliar a cultura do bilinguismo”, conta a sócia regional Bruna Moraes, referindo-se a Minas Gerais. O escola foi fundado pelo empresário Beto Silveira, em São Paulo, tem parceria com o Grupo Kalaes, e o cantor mineiro Rogério Flausino que é sócio investidor, além do educador Celso Antunes.

Exórdio em Minas

De concórdia com Bruna Moraes, a primeira inauguração da escola Brasil Canadá – Ensino Bilíngue está prevista para sobrevir no bairro Vila da Serra, em Novidade Lima. A rede oferece dois modelos: um, para as escolas do ensino privado que desejam se tornar parceiras, e outro, para quem procura inaugurar uma unidade. A taxa de franquia é de R$ 130 milénio e o investimento totalidade é de muro de R$ 660 milénio. Informações no (31) 99706-0601. Atualmente, são cinco escolas com a bandeira Brasil Canadá no país.

FOTO: Edy Fernandes

O cantor e compositor mineiro Rogério Flausino, que é sócio investidor do escola Brasil Canadá – Ensino Bilíngue, e a sócia regional Bruna Moraes

Cargos de liderança

Na maior reforma de sua história, a Cemig reduziu um quarto dos cargos de liderança, equivalente a 44 posições de superintendência e gerência. Ocupantes desses cargos foram remanejados para outras funções com a opção de aderir a um programa específico de desligamento voluntário. “Essa operação faz secção do planejamento de reforma da empresa, com foco na maior eficiência, melhores resultados e sustentabilidade. Queremos que a Cemig seja reconhecida, em pouco tempo, porquê a empresa que atende com maior qualidade e mais eficiência as demandas dos seus clientes”, afirmou o presidente Cledorvino Belini.

FOTO: João Leus

Cledorvino Belini assumiu a presidência da Cemig em fevereiro deste ano

Reparação

A Associação Mineira de Reparação (AMR) – instituição filantrópica que trata de crianças e jovens carentes com deficiência física – completa 55 anos com um concerto no dia 31 de agosto, no Condomínio Quintas de Morada Branca, em Brumadinho. Além de comandar a North Capital, Sergio Belizário, que é o presidente da AMR, diz que a instituição é referência no atendimento de reparação motriz em Minas Gerais, com quase 500 pessoas atendidas. Informações e ingressos no (31) 3304-1304 e no site. 

Mercadão Internacional

Localizada a 35 km de Belo Horizonte e a 5 km do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, Lagoa Santa vai receber o Mercadão Internacional. Serão 320 lojas, 2.500 vagas de estacionamento num terreno de 40 milénio m² que terá ainda parque temático, rossio de alimento e estrutura para atender atacado, varejo e negócio exterior. A inauguração está prevista para dezembro deste ano com uma Espaço Bruta Locável de 5.000 m² e extensão de eventos de 35 milénio m² com um público consumidor de 500 milénio pessoas por mês.

 

Tera Gestão

A construção do Mercadão Internacional em Lagoa Santa está por conta da Tera Gestão e Empreendimentos. Os espaços serão alugados com o preço do metro quadrângulo a partir de R$ 650. “Dentro do novo quadro de liberdade econômica do Brasil, os organizadores afirmam que a teoria é potencializar produtos de qualidade com preços justos gerando visibilidade mundial aos produtores locais e catalogando a origem dos distribuidores”, analisa o empresário Jader Kalid, um dos idealizadores do projeto.

FOTO: arquivo pessoal

Mercadão Internacional pretende reunir cultura, gastronomia e turismo num só lugar em Lagoa Santa, na Grande Beagá

Expansão do Villefort

O Villefort abriu loja em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Esta é a vigésima primeira loja da empresa que iniciou suas atividades na Ceasa Minas e vem se expandindo para várias cidades porquê Belo Horizonte, Enumeração, Montes Claros, Coronel Fabriciano, Ribeirão das Neves, Divinópolis e Juiz de Fora. Com um meio de distribuição na BR–040, o Villefort abrirá neste ano mais três lojas: em Montes Claros, Itabira e em Jataí (GO). Há 31 anos, a empresa atua no mercado mineiro de distribuição de produtos no sistema atacarejo.


[ad_2]
Nascente Notícia -> :Fonte Notícia